PROJETO VIDA VERDE

POR

CARLOS BUBY

"Projeto Vida Verde,
porque nem tudo
é cor de rosa"
Carlos Buby

Templo Guaracy

O Templo Guaracy do Brasil, sensível aos problemas sociais que assolam grande parte da nossa população, criou o Projeto Vida Verde. O objetivo central visa "impedir" as crianças de irem para as ruas. Para tanto, todos os esforços são dirigidos objetivando o fortalecimento social dos pais e da família como um todo. Acreditamos que, numa dimensão mais profunda, o abandono deve ser filosoficamente analisado e combatido em três dimensões.


Do ponto de vista histórico, os métodos utilizados para a colonização do Brasil cravou em nossa cultura marcas profundas de um sectarismo sem limites. As chances, desde então, nunca foram iguais para brancos, negros e índios. Isso nós sabemos. A questão é que os argumentos que utilizamos para explicar o abandono nem sempre enfocam a nossa própria omissão. Combater a omissão e reconhecer as responsabilidades individuais pode representar o primeiro passo para, de uma vez por todas, banir as discriminações dissimuladas nos contra-argumentos. É claro que isto não se faz da noite para o dia. É preciso planejamento e consciência de cidadania. Todavia, se a cada ano mais e mais crianças deixarem suas casas e enveredarem pela sorte das ruas, o problema jamais terá um fim. Mais e mais instituições terão que ser criadas para atender a "demanda". "É como uma sangria desatada" Precisamos estancar a "hemorragia" e, paralelamente, disponibilizar todos os recursos para que as crianças construam dentro de si os valores morais indispensáveis a uma vida digna. Entendemos e consideramos valores morais que dignificam a vida tudo aquilo que, na essência, expande a capacidade humana de dar e receber amor. Sem as referências essenciais, torna-se impossível percebê-las, repeti-las ou transmiti-las a alguém.


A imagem da mãe amorosa e do pai "herói" são fundamentais como modelo inicial a ser seguido. São referências naturais decisivas na formação de valores morais sem distorções. Independentemente da situação sócio - econômica, criança é criança e deve ser tratada como tal. Apesar das conseqüências serem aparentemente distintas entre camadas sociais diferentes, a dor é a mesma. A proposta do Templo Guaracy do Brasil visa a reorganização ou a manutenção da estrutura familiar. A assistência social proposta pela filosofia Guaracyana não se exime de campanhas solidárias e do combate à pobreza. Porém, sempre que um brinquedo é ofertado a uma criança, quem o faz é o próprio pai da criança. A moralização dos pais perante seus filhos é mais importante do que o próprio brinquedo. Em função disto, as campanhas desenvolvidas pelo Templo Guaracy são individuais, anônimas e não possuem qualquer tipo de conotação religiosa, doutrinária ou ritualística.


Do ponto de vista prático, o Projeto Vida Verde conta com uma privilegiada área conservada, denominada Mataganza. Nela, crianças de diferentes idades desenvolvem o contato com a Natureza e fortalecem a boa relação social. A consciência ecológica como fator de desenvolvimento de valores morais tem proporcionado resultados surpreendentes não somente na dimensão filosófica da vida integrada, mas também na organização psicológica e emocional das crianças. Animais silvestres, domésticos, herbanário, pomar, horta, trilhas, passeios a cavalo, campo de futebol, filmes, palestras, aulas de pintura e artesanato, fazem parte do Projeto Vida Verde. Toda infra estrutura é mantida pelo Templo Guaracy do Brasil e o voluntariado.


Nenhuma criança é submetida a doutrinas
de qualquer espécie ou natureza.